TMN atinge Resultados Líquidos de 8 milhões de contos

A TMN, uma empresa PT, reforça no primeiro trimestre do ano, a sua posição de liderança no mercado das telecomunicações móveis em Portugal.

Número de clientes atinge 2 218 392 no final de Março Resultados Antes de Impostos crescem 91% atingindo 12,7 milhões de contos Proveitos Operacionais crescem 54% e atingem os 47 milhões de contos Investimento ultrapassa 11 milhões de contos A TMN, uma empresa PT, reforça no primeiro trimestre do ano, a sua posição de liderança no mercado das telecomunicações móveis em Portugal, atingindo Resultados Líquidos no valor de 7 999 594 contos, valor que representa praticamente o dobro do alcançado nos primeiros três meses do ano anterior (no valor de 4 032 789 contos). O EBITDA, «Cash Flow» Operacional, registou um crescimento de 82%, o que reflecte o bom desempenho alcançado pela TMN neste período. Até 31 de Março deste ano, o EBITDA ascendeu a 17,2 milhões de contos, tendo sido de 9,5 milhões de contos no final do 1º trimestre de 1999, e o EBITDAmg (EBITDA em percentagem dos proveitos operacionais) foi de 37%, o que representa um acréscimo de 6 pontos percentuais em relação aos 31% do final do 1º trimestre do ano anterior. Esta performance é consequência do aumento do nível dos Proveitos Operacionais, mais 16,4 milhões de contos do que no primeiro trimestre de 1999, e da evolução controlada dos custos, fruto de uma gestão cuidadosa dos recursos disponíveis. Os Proveitos Operacionais ascenderam neste 1º trimestre do ano a 47 milhões de contos ( 30,5 milhões no final do primeiro trimestre do ano passado). O crescimento de quase 54% dos Proveitos Operacionais ficou a dever-se não só ao acréscimo do número de clientes, mais 41% que no final do primeiro trimestre do ano anterior, mas e fundamentalmente, ao aumento da utilização média de cada um deles, cerca de 10% no mesmo período. O número de clientes atingiu em 31 de Março os 2 218 392, passando a TMN a contar com mais 103 713 clientes do que em 31 de Dezembro de 1999. O sucesso da estratégia comercial extremamente competitiva dirigida ao mercado empresarial bem como das acções conducentes à fidelização de clientes foi um forte impulsionador do acréscimo de consumo, contribuindo decisivamente para a inversão da tendência verificada nos últimos anos de decréscimo do proveito de serviço médio mensal por cliente (ARPU). Em 31 de Março, o ARPU atingiu 5 832$00, ou seja, mais 2% do que a média do ano de 1999 e mais 7% do que no período equivalente do ano anterior. O enorme crescimento da utilização dos serviços SMS, serviços de mensagens escritas, foi outro dos motivos que contribuiu para o acréscimo do volume de negócios da TMN, indiciando um novo impulso no desenvolvimento dos serviços de telecomunicações móveis em Portugal que continuarão a crescer suportados em novos serviços de mensagens, dados e internet, para além dos tradicionais serviços de voz. Em simultâneo, o «Cash Cost» médio mensal por cliente (CCPU) ficou pelos 3 200$00, isto é, menos 4% do que no primeiro trimestre do ano transacto e menos 3% do que o valor médio de 1999. Durante o primeiro trimestre do presente ano a TMN realizou investimentos em valor superior a 11 milhões de contos, valor sensivelmente igual ao realizado no primeiro trimestre de 1999, a maior parte dos quais na ampliação das infraestruturas de rede e melhoria da qualidade de serviço, sendo uma parte significativa daqueles investimentos dedicada aos novos serviços. A TMN tem vindo a desenvolver um conjunto de acções e a realizar os investimentos necessários à oferta comercial, já a partir do início do mês de Maio, de um conjunto de novos serviços no âmbito da comunicação de dados e do acesso à Internet móveis. Destas acções destaca-se o acordo com a PT Multimedia que possibilitará o acesso pelos clientes da TMN aos conteúdos do portal SapoTMN.net.