TMN define marcas para 3G

A operadora de telecomunicações móveis da Portugal Telecom já tem definidos os seus fornecedores para o sistema UMTS.

O líder mundial do mercado de telemóveis ficou de fora do contrato de fornecimento para a instalação das infra-estruturas e aparelhos de comunicação UMTS. A finlandesa Nokia não consta do contrato firmado entre a TMN e os seus fornecedores, pouco depois de terem sido atribuídas as respectivas licenças 3G pelo governo de António Guterres. Assim, apenas a Siemens, a Alcatel e a Ericsson serão responsáveis pela montagem das infra-estruturas e pela distribuição de telemóveis UMTS na rede da operadora da PT. Mais concretamente, a Siemens ficará encarregue das centrais de comutação (também denominadas Core Network) e as restantes duas (juntamente com a Siemens) terão a cargo as rede rádio. Fontes contactadas pelo Telemoveis.com asseguram que estes três fornecedores também irão fornecer os aparelhos móveis para operar em sistema UMTS. Mas não foi possível apurar se, para os telemóveis, o contrato prevê exclusividade. É que, se assim for, a Nokia ficará de fora do lote de marcas 3G disponíveis para os clientes TMN. Mas nada está confirmado ainda.