TMN e Optimus ouvidas em caso de espionagem a jornalista do Público

Telemóveis Nokia e Samsung envolvem TMN e Optimus em caso de espionagem a jornalista do público. Cartões SIM utilizados pertenciam a operadoras.

A Optimus vai estar presente na Comissão de Assuntos Constitucionais do Parlamento já no próximo dia 20 de Setembro, no âmbito de um caso de espionagem a um jornalista do Público. A áudição terá sido aprovada já na semana passada, e terá sido requerida pelo Bloco de Esquerda, que também requisitou a audição de um responsável da TMN e do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED).

TMN e Optimus ouvidas em caso de espionagem a jornalista do Público

As duas operadoras vão ser ouvidas neste processo devido à utilização de telemóveis Nokia e Samsung neste processo. As chamadas realizadas por um dos intervenientes do caso, realizadas por um telemóvel Nokia, terão sido feitas com recurso a um cartão TMN, enquanto que um dos dois telemóveis Samsung envolvidos no caso teria um cartão pertencente à rede Optimus.

TMN e Optimus ouvidas em caso de espionagem a jornalista do Público

A Optimus anunciou ainda no Sábado passado (3 Setembro 2011) a intenção de apresentar queixa-crime relacionada com a espionagem ao jornalista, por parte dos serviços de informação, para «esclarecimento cabal de toda esta situação». A TMN não comentou ainda o caso.