Vai sair o primeiro vídeo na imprensa escrita

A revista Entertainment Weekly, norte-americana, vai para as bancas no próximo mês com um anúncio em forma de vídeo. A novidade é uma arma de marketing pioneira lançada pela cadeia de televisão CBS e pela Pepsi – um micro-chip com cerca de 40 minutos de áudio e vídeo que será incluído nas páginas da revista.

O chip de 2,7 milímetros de espessura, com um ecrã LCD de resolução de 320 x 240, começará a passar assim que o leitor virar a página onde está o anúncio. Com um toque, será possível assistir a excertos de séries novas e consagradas da CBS – como a comédia «Two and a Half Men» e «NCIS: Los Angeles» – e um anúncio da Pepsi para promover o seu novo refrigerante diet «para homens». A tecnologia, desenvolvida pela empresa Americhip, de Los Angeles, é a mais nova aposta do mundo do marketing para alcançar um público cada vez mais habituado ao uso das novas tecnologias. «A melhor maneira de provar os nossos novos programas é ver excertos, e isso nunca foi possível num anúncio impresso», disse o presidente do CBS Marketing Group, George Schweitzer. “A “Entertainment Weekly” é o lugar ideal para esse anúncio de Video-in-Print (Vídeo-em-Impressão), que é divertido em si mesmo e particularmente apropriado para um grupo de leitores fãs de new media.” O chip tem uma bateria capaz de durar até 75 minutos, que poderá ser recarregada através de um cabo USB que acompanha o anúncio. Custos Nem a Pepsi nem a CBS revelaram o custo da iniciativa. Em uma conferência de de imprensa na quarta-feira, Schweitzer evitou responder a perguntas de jornalistas nesse sentido: “Custará mais do que uma lata de Pepsi”, limitou-se a dizer. Os valores envolvidos foram alvo de especulação nos jornais financeiros desta quinta-feira. Citando, sem identificar, um executivo do mercado editorial familiarizado com a tecnologia, o britânico “Financial Times” estimou que para veicular tal anúncio em 100 mil cópias da revista seria necessário desembolsar uma “quantia de sete dígitos”. “Isto significaria um custo de vários dólares por cópia. Em contraste, um anúncio a cores de página inteira na “Entertainment Weekly” custa cerca de 9 centavos de dólar por cópia”, disse o jornal. Segundo a Pepsi e a CBS, apenas alguns leitores em Nova York e Los Angeles – “milhares”, segundo as empresas – receberão cópias da revista com o novo anúncio. A publicação tem uma circulação de 1,8 milhão de exemplares. Entre as novidades de marketing que chamaram atenção no passado está a da revista “Esquire”, que celebrou seus 75 anos com uma capa feita com um tipo especial de tinta electrónica que fazia brilhar partes do papel. Em 2007, a CBS veiculou na revista “Rolling Stone” anúncios com “sabor” de mojito – o cocktail cubano à base de rum, açúcar e hortelã – para promover um programa sobre uma família no sector de açúcar e rum. Em 2005, a empresa inclui nas páginas da revista “People” chips de áudio semelhantes aos de cartões de Natal para promover uma mini-série sobre Elvis Presley.