Vodafone aumenta dívida

A Vodafone, com o aumento da participação na Japan Telecom, aumentou a sua já gigantesca dívida. São 26.5 mil milhões de dólares.

A Vodafone aumentou a sua participação na Japan Telecom. Aumentou o seu capital de investimento, mas também as dívidas que contraiu. O volume começa a ficar preocupante, se tivermos em conta que a maior fatia vem do serviço UMTS…que ainda não arrancou.

São, obviamente, dívidas calculadas, mas que deixam qualquer pessoa abismada com os números. Os 26.5 mil milhões de dólares de dívidas da Vodafone são quatro vezes o produto interno bruto da Islândia e ainda superior ao PIB do Luxemburgo, países evoluídos e industrializados.

Não há dúvida que grande parte da dívida provém dos valores dispendidos pelas licenças de UMTS. Um investimento de muitíssimo longo prazo, uma vez que ainda não está certa a data de arranque desta nova geração de comunicações móveis. Muito embora as licenças tenham sido atribuídas com a obrigatoriedade de, na grande maioria dos países, ser lançada no início de 2002, é mais que certo que esse prazo não irá ser cumprido.

Apesar de não ter sido explicado, pelos responsáveis da Vodafone, de que forma é que a astronómica dívida deverá ser reduzida, o certo é que a rede fixa da empresa nipónica deverá ser vendida e gerar receitas. Coisa que a Vodafone não deverá ter com a rede de telemóveis de 3G tão cedo.