Vodafone interliga Oniway

Finalmente, a Vodafone vai ceder interligação à rede da Oniway. Pelo menos, a operadora da EDP já pode respirar de alívio faltando, apenas, o veredicto da Optimus.

Deve ter-se respirado de alívio na sede da Oniway no dia de ontem. A Vodafone emitiu ontem um comunicado que dá conta que vai ceder a interligação da sua rede à sua congénere da Oniway, ainda que esta não tenha infra-estruturas próprias de GSM e GPRS. Afirma a operadora liderada por António Carrapatoso que “No seguimento da deliberação da Anacom de 24 de Setembro e das reuniões entretanto havidas com esta entidade, a Vodafone Telecel decidiu abrir a interligação à Oniway, o que ocorrerá num prazo máximo de sete dias”.

É explicado no mesmo comunicado que a Vodafone tentou resolver a questão logo após a decisão do organismo regulador das comunicações nacionais, mas que pela não aceitação da Oniway da proposta apresentada pelo operador 91, a situação caiu num impasse negocial.

Ao que tudo indica, esses problemas foram, agora, ultrapassados e o futuro da Oniway como operador móvel volta a sorrir aos seus accionistas. No entanto, a Vodafone não deixou de referir que continua a considerar que a razão lhe assiste no processo e que se mantém na defesa dos seus “direitos e interesses legalmente protegidos junto das instâncias competentes, reservando-se o direito de tomar as suas decisões logo que essas instâncias se pronunciem”. O que equivale a dizer que o processo que decorre no Tribunal Administrativo, que contesta a decisão da Anacom, vai continuar a percorrer o seu caminho.

Resta agora saber qual será a posição que a Optimus vai tomar, uma vez que este operador estava no mesmo barco que a Vodafone, recusando interligar a sua rede à da Oniway. É possível que, com esta decisão, possa também haver um volte-face na empresa de telecomunicações móveis da Sonae, quanto mais não seja por uma questão de…isolamento.