Skip to main content

WebLight põe Internet ao alcance dos invisuais

As dificuldades de visão e mesmo a cegueira já não são obstáculo à navegação na Internet, pois os sites assentes na solução WebLight passaram a estar automaticamente preparados para serem acedidos por utilizadores com necessidades especiais.

Esta solução de desenvolvimento e gestão de sites web somou uma nova funcionalidade ao leque das que já disponibilizava e, actualmente, todos os sites que assentam no WebLight estão preparados automaticamente para serem acedidos por cidadãos com necessidades especiais.

“Qualquer site WebLight cumpre as regras de acessibilidade e os utilizadores com deficiência, nomeadamente cegos e amblíopes, podem ter-lhes acesso com a maior das facilidades”, garante Susana Teixeira, a gestora de projecto responsável por esta vertente. E explica: “Basta que se acrescente ao URL do site em questão /acs”.

Assim sendo, na homepage do próprio WebLight (http://www.weblight.pt), por exemplo, podemos definir http://www.weblight.pt/acs e o resultado é uma página inicial automaticamente adequada para cidadãos com necessidades especiais, designadamente em termos de visão.

“Ao acrescentarmos /acs no URL, o site fica «limpo» dos pormenores direccionados para um utilizador com acuidade visual e substitui-os pelas ajudas à navegação que são essenciais para quem tem problemas nesta área, quer seja um idoso ou um amblíope médio quer seja um grande amblíope ou um cego”, destaca Susana Teixeira.

“Ouvir” um site e o email

A nova funcionalidade insere-se na estratégia dos novos desenvolvimentos que a Webware tem em curso na área do alargamento comunicacional, no âmbito de uma parceria com a startup NetCall e utilizando como canal online o renovado Telemóveis.com.

Nesse domínio, Vítor Magalhães, CEO do Grupo Infopulse, destaca a utilização dos portais de voz: “O recurso a esta tecnologia vai permitir que qualquer utilizador, com necessidades especiais ou não, possa contactar um número de telefone, identificar um site e «ouvir» esse site, podendo interagir”.

Vítor Magalhães revela que “contamos usar esta tecnologia igualmente para poder gerir por telefone contas de email”. E, a propósito, enfatiza: “Quantas vezes um utilizador já precisou de aceder à caixa de correio electrónico numa situação em que não tinha Internet mas… tinha um telefone?”.

O Telemóveis.com, que se assume como a maior comunidade online vertical em Portugal e goza também de elevado estatuto em Espanha e na América Latina, pretende posicionar-se como portal de referência para todo o mercado luso-americano.

A actual oferta de conteúdo móvel é complementada com serviços móveis e venda de produtos. Além da ideia de criação de um “supermercado” de soluções de SMS, em que qualquer empresa passará a poder adquirir serviços e personalizá-los, apresenta soluções de criação de portais de voz (acesso ao site via telefone) com 14 idiomas disponíveis e, ainda, uma solução avançada de Mobile Ticketing.