Windows Phone 7: Microsoft no mapa das comunicações móveis

Disponível nas lojas dos EUA desde o início do mês, já colocou a empresa de Bill Gates no mapa das comunicações móveis.

O Windows Phone 7 está disponível há pouco tempo, aproximadamente 1 mês, e desde então que a empresa de Bill Gates se tem vindo a destacar mais no mercado. A Microsoft já havia feito experiências anteriores no sector das telecomunicações, mas nunca obteve mais que uma fatia mínima no panorama geral – 10% de consumidores, de acordo com a comScore. O Windows Phone 7 foi como que um recomeço, tendo como inspiração para um design apelativo o Zune HD, um leitor de MP3.

Elogiado em blogs especializados e em colunas sobre o mundo tecnológico, como a de Walt Mossberg no Wall Street Journal, este sistema operativo tem como um dos maiores atractivos a integração com o Office, além do serviço de música do Zune e ainda a rede do Xbox Live. De acordo com o site The Street, no primeiro dia das lojas foram vendidas cerca de 40 mil unidades – 10 diferentes modelos disponíveis com Windows Phone 7.

O WP7 é o primeiro sistema operativo da Microsoft para a geração móvel, que se depara actualmente com adversários como o iOS e o Android, da Apple e da Google, respectivamente. Embora apelativo visualmente, uma das falhas apontadas é o de não fazer criptografia das informações no aparelho, o que é um impedimento à sua utilização em ambientes corporativos. No caso da Apple e da Google, ambas contornaram este problema em versões anteriores dos seus sistemas operativos.

Resta aguardar que a Microsoft faça como a Google e aposte num ritmo de actualizações forte.