Cyberboy: do PDA ao PDE

Câmara vídeo, rádio, gravação de voz e leitor de MP3 complementam as funções deste handheld que marca uma nova etapa dentro do género.

O tempo dos PDAs parece ameaço de caducidade com a chegada ao mercado dos dispositivos PDE (Personal Digital Entertainment).

O arauto da nova estirpe é o Cyberboy da CMC Magnetics. Aparelho que incorpora paralelamente às funções clássicas dos handhels (agenda, calculadora etc…) um leitor de MP3; uma câmara vídeo capaz de uma resolução de 640 por 480 pixéis com cor de 16 bits; um rádio FM e um dispositivo de gravação digital de voz.

O versátil aparelho permite descarregar MP3 a partir de um PC através de uma ligação USB. Está dotado de um processador ARM7 a 33 MHZ, de 8 MB de flash memory e de outro tanto de SDRAM . Também ceita cartões tipo SmartCard.

É possível introduzir informação no modelo através da digitação no visor ou usando um dispositivo de reconhecimento de escrita.

Como desvantagens o dispositivo tem o facto de estar dotado de um sistema operativo próprio e de o visor, apesar de vasto (3.8 polegadas), permitir mostrar apenas gradientes de cinzento.

Nos Estados Unidos está à venda por cerca de 70 contos.