Skip to main content

Ericsson em quebra

Empresa espera crescimento menos acentuado em 2001

As estimativas da sueca Ericsson baixaram de 20 para 15% em relação a 2001 e a margem operacional de 9 para 6%. Tudo devido aos investimentos que a geração G3 envolve, que serão, em 2001, duas vezes superiores às do ano passado.