TMN com Roaming em Angola

O operador português torna-se assim o primeiro a nível mundial a assegurar este serviço naquele país africano.

Angola junta-se assim a Moçambique e Cabo Verde, outros dois países africanos de língua oficial portuguesa onde já era possível usar os telemóveis TMN em roaming GSM. Na Guiné-Bissau, o roaming TMN continua a ser assegurado via satélite pela rede Thuraya, através da utilização de equipamento apropriado. Com este novo acordo, a TMN eleva para 250 operadores em 146 países ou regiões o número de alternativas de roaming disponíveis para os seus clientes.