UE multa Microsoft

O gigante do software enfrenta o pagamento de uma coima de cerca de 497 milhões de euros, devido a abusos do monopólio Windows.

A multa será aplicada juntamente com uma série de medidas propostas por Mário Monti, comissário europeu para a concorrência, embora a mesma possa ainda ser revista pelos vinte comissários europeus, que se reúnem na quarta-feira. Essas medidas nomeadamente pela partilha de informação com os rivais e a disponibilização aos fabricantes de computadores de uma versão do Windows sem a inclusão do Media Player. A Comissão irá anunciar o valor final amanhã, altura em que irá exigir à Microsoft que a aplicação das medidas propostas por Monti para corrigir os alegados abusos à legislação europeia.